terça-feira, 7 de outubro de 2008

LEIA TIRINHAS...

1º e 2º quadrinho: homem andando com uma placa escrito: não funciona
3º quadrinho- Mafalda pensa: Achei que ele ia pendurar a placa na humanidade.


É ISSO AÍ GALERA, VAMOS LER E INTERPRETAR AS TIRINHAS. QUERO COMENTÁRIOS TANTO AQUI NO BLOG, COMO NA SALA DE AULA HEM!!! BJOS

12 comentários:

Bruh =P disse...

a umanidade funciona o que as vezes nao funciona e o ser humano, que nao age com amor ao prossimo.

Bruh =P disse...

humanidade

A Última Flor do Lácio disse...

Vamos melhorar essas interpretações gente!!!!! e escrevam corretamente please!!!!

Nathanael disse...

oiiiiiiiiiii teacher sou eu td bem com vc? espero q sim, viu, eu adoro as tirinhas da Mafalda não são infantis, são bem críticas e eu gosto muito disso! Poste mais tirinhas dela em seu blog, sempre as lerei viu! São realmente boas, principalmente quanco aborda temas como este sobre nossa "pobre" humanidade sem juízo...Adorei viu, e tira do Hagar tbm tava o máximo rsrsrsrssr... tia prof t adoruuuuuuuuuu!!!!!!!!!!!!!!
Ass: Natanael 1C

mari disse...

eu entendi que o homem estava colocando nao funciona em tudo e a mafalda disse pensei que ia pendurar na humanidade pq as pessoa so pensa em estragar nao ve que o brasil esa cada vez pior e todos nao pensa nas consequencias pensa que o governo que paga as coisas entao por que se procupar mas aspessoas nao ve que o governo esa preocupado com o dinheiro que vem da gente nao melhorar as coisas para gente.mariana.1b

.iz disse...

Boa Tarde Dri,
Aprecio e muito as HQ's de Mafalda. Além de muito bem elaboradas, abordam temas nos quais a sociedade atualmente vive. Em relação a crítica da história, realmente quem precisaria de placas era o gênero humano, que de tão desditoso,não funciona e não deixa outras pessoas funcionarem.
Porque é raro, ver alguém que ajude uma pobre e cansada velhinha a atravessar a rua, como ato de bondade. Mas para assaltar essa mesma pobre e cansada velhinha, há inumeras pessoas dispostas a tal ato.
Deixo aqui esse comentário e minha profunda indignação a respeito ao procedimento moral do meio humano em que o indivíduo se encontra integrado.
I viva la revolucion!

Abraços e beijos, Thaís Araújo 2A

A Última Flor do Lácio disse...

Thaís adorei seu comentário.Isso é refletir.
Continue me visitando!!
Bjos
Profª Adri@na

Vinicius Mora Casari disse...

Uiiii!!!

O professora eu não entendi essa tirinha é muito loca!
Pelo meu ponto de vista... A Mafalda ficou muito curoisa para saber o porque aquele homem carregava a placa e qual seria a atitude dele!!!
E ela ficou revolta em ver que o homem colocou a placa em um telefone publico, o pensamento que ela demonstra é que o homem sabia que o telefone estava quebrado e que em vez de vir arrumar para possa ser usado ele colocou um aviso que o telefone não funcioa!

É e essa tirinha retrata o nosso Brasil, onde as autoridades sabem que está errado e que está faltando algo mas não vão resolver!

Love you Teacher!!!
Vinicius Mora Casari 39 1°C (o grande :P )

Rayane Martins disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
Rayane Martins disse...

Oi pro. tudo bom? Adorei seu blog, está me ajudando muito.
Em meu ponto de vista, mafalda está querendo concientizar as pessoas, por exemplo, o homem estava com uma placa ecrito nao funciona, dirigiu-se até o telefone publico e colou la, ao invéz de arrumar o telefone.
Beijos!
Rayane nº30 1ºC

A Última Flor do Lácio disse...

Boa observação Rayane, mas tem muito mais a interpretar que está implicito neste quadrinho. Vamos tentando.... bjos

Breno disse...

Oi professora. Então, essa tirinha mostra o que realmente acontece hoje em dia. Relata de uma forma em que faz com que o leitor da tirinha entenda o que ele tem a dizer.
A tirinha é um bom jeito de mostrar realidades, nesse caso, não foi muito claro para que ò leitor melhor a interpretasse, que fala sobre a atitude do ser humano em relação aos outros. Pois certas pessoas ignoram outras como se o proximo fosse uma coisa superfôla e sem valor nenhum par a humanidade.
Professora, aqui esta a minha opinião sobre a tirinha.
Abraços professora !!!